A criação de um livro passa por uma série de etapas, e dependendo do estilo que o escritor opta, chega um momento que as fotos para o mesmo precisam ser feitas. No caso de Mark Laita, o livro se chama “Serpentine” e apresenta diversas espécies de cobras e serpentes.

Foto/Reprodução

Ele, um verdadeiro apaixonado pela espécie, estava fazendo um ensaio e fotografando os animais que iriam para o livro, até que chegou o momento do “sufoco”.

Enquanto estava fotografando uma Mamba-negra, que é uma cobra super agressiva e também se encontra entre as mais venenosas do continente africano, ele acabou sendo picado pela mesma quando o seu dono foi pegá-la com um gancho.

Segundo informações, o equipamento do dono do animal acabou batendo em um cabo fotográfico, o que acabou assustando a cobra que veio a morder o fotógrafo.

Por incrível que pareça, Mark laita conseguiu fotografar o momento exato do ataque feito pela cobra, confira a imagem abaixo:

Foto/Reprodução

Quando olhou para baixo e viu todo sangue em sua perna, Laita temeu pelo pior, ainda mais porque a cobra não teve suas glândulas de veneno removidas.

Mesmo assim ele não foi para o hospital, onde receberia um soro anti-ofídico. Por sorte, ele recebeu uma “mordida seca”, que acontece quando a cobra decide não “injetar” o seu veneno na presa, ou o veneno acabou escorrendo junto com todo sangue, pois atualmente ele está bem.

Foto/Reprodução

Normalmente a mordida da Mamba-negra pode causar formigamento na região picada e nos lábios, visão dupla, paralisia do corpo, convulsões, e acaba resultando na morte.

Não deixe de conferir também: