O Programa Pânico está com seus dias contados, visto que a Rede Bandeirantes não está vendo mais nenhum retorno financeiro vindo do programa humorístico, finalizando assim o seu contrato com todo seu pessoal. Por conta disso, os produtores e responsáveis pela atração, estão procurando outras emissoras na tentativa de que a transmissão do “Programa Pânico” continue, mesmo que seja em um outro canal.

“Tutinha” é o dono da marca Pânico e por isso ele é o maior interessado em que o programa continue. Ele partiu então em uma negociação com o SBT e com a Rede Record. Por algum motivo, eles não tentaram (pelo menos não ainda) algum tipo de contrato com a Rede Globo.

Na Record, Tutinha foi logo advertido de que para que qualquer tipo de negociação fosse feito, teria então que antes fazer sérias alterações em seu programa, que sempre que pode dá closes exagerados em bumbuns e também possuem temática um tanto quanto adulta, o que pode ser bastante controverso, visto que a Record é uma empresa cristã.

Já se depender do SBT o “Programa Pânico” pode fechar as portas de uma vez por todas. Os coordenadores da empresa de Silvio Santos alegaram que será impossível encaixar o programa em sua grade de programação, já que estarão enfrentando duras reuniões para as alterações que acontecerão em 2018 e a última coisa que precisam é encontrar uma solução para um programa falido.