Você já imaginou, ir procurar a igreja em um momento de crise em sua vida, e acabar sofrendo na mão de um aproveitador, que ainda é Pastor? Por mais que pareça um roteiro de um drama, isso aconteceu realmente na cidade de Sorocaba, São Paulo.  

Tiago Conceição Viana acabou indo procurar ajuda em um templo evangélico ‘Paz e Amor’, quando acabou preso em condições parecidas com o regime de escravidão.  

Felizmente ele veio a ser resgatado da igreja, aonde de acordo com o Ministério Público Federal, ele trabalhava exaustivamente em troca de comida e moradia.  

Quando foi encontrado, ele estava dormindo no chão, em meio a baratas mortas. Ele trabalhava das 8 da manhã até as 22h30 da noite. Ele trabalhava no restaurante da igreja, e a noite fazia outras funções para o pastor Eliseu Rodrigues.  

Local aonde Tiago dormia

O pastor foi autuado por manter o jovem preso em situações degradantes, que se assemelhavam com o regime de escravidão. A pena determinada ao pastor foi uma multa de R$21 mil, indenização ao rapaz de 1,7 mil e ainda vai responder por processo na Justiça Federal.  

Tiago que tenta recomeçar a vida depois do ocorrido, diz que ainda se sente vítima de tudo aquilo. De acordo com o relato dele, os fiéis da igreja até hoje o perseguem fazendo ameaças. Ele tem sofrido de depressão, e já pensou em atentar contra a própria vida.  

O PASTOR NEGA TER MANTIDO O JOVEM COMO ESCRAVO 

Eliseu nega a acusação, e diz que se sente injustiçado. Ele afirma que nunca coagiu Tiago a nada desde que ele procurou a igreja. E ainda que havia hospedado o rapaz de maneira improvisada.  

Eliseu chegou a revelar que pediu a indenização paga ao jovem de volta. Segundo ele, o rapaz precisa usar o bom senso e devolver o valor imposto pela Justiça, como força de aluguel pelo tempo que morou na igreja.  

A pastor chegou a entrar na corregedoria do Ministério do Trabalho com uma representação contra os fiscais.  

Tiago ainda sem emprego, entrego vários currículos em empresas, mas ainda não conseguiu achar nada. Infelizmente o caso dele, não é o único caso de escravidão em pleno século XXI. Vários outros casos são registrados diariamente pelo Brasil e Mundo.  

Geralmente as pessoas que cometem esses crimes, buscam as vítimas de longe, de locais carentes que estejam passando por situações difíceis. E por meio de promessas de uma vida melhor, acaba conseguindo levar suas presas para nunca mais soltar.  

Neste último domingo (22), o Fantástico exibiu uma reportagem sobre trabalho escravo no Brasil. Você pode assistir ele aqui.  

Fonte: Estadão – Portal do Estado de S.Paulo